A sua Sé revela a historia da cidade. As Torres pesadas, os muros velhos coroados de ameias, evocam os tempos heróicos de uma idade Média que a nossa imaginação mal pode reinventar.Até ao sec. XII a população preferiu viver na parte mais baixa onde outrora assentou uma muralha romana. Com Fernando Magno em 1057 a cidade voltou para os cristãos. O seu primeiro foral foi concedido por D.Teresa em 1123. Após a morte de D.Fernando I os Castelhanos saquearam a cidade. D.João I fez construir novos muros em substituição das muralhas romanas caídas em ruinas e da velha fortaleza românica situada no alto da colina, ficando concluida em 1472, no reinado de D.Afonso V. Na colina da Sé catedral , por certo existiu um castro, mas que por falta de evidencias fisicas, recobertas pelas construções mais antigas da cidade, continuam ainda por ser descobertos. A vida do chefe Lusitano Viriato está reconhecida aqui em Viseu. Este Chefe Lusitano usava como base os "Mons Herminius" (Serra da Estrela) donde lançava os seus ataques aos territorios de Hispania conquistados pelos Romanos entre 218 e 133 a.C. Só após a morte de Viriato é que os Romanos conseguem o pleno domínio da Peninsula

Viseu