V.Correia interpreted the building next to the south face of the aquaduct as a hostelry. There is nothing to contradict such a hypothesis, although it could just as wll have been a block with shops, workshops and living quarters. The central part of the block encloses a crypt formed by four cubicles or cells and a II shaped corridor wich opens up onto an inner court. This court was later converted into a cistern. Only the firgidarium remains of what were once thermae abutting against the other face of the aquaduct. (Archaeological guide of Conimbriga)
Ruinas de Conimbriga - Sector do Aqueduto
O Edificio encostado à parede sul do aqueduto foi interpretado por V.Correia como hospedaria. Nada desmente tal hipótese, embora seja igualmente válido entendê-lo como quarteirão de lojas e oficinas com habitação. A parte central do conjunto encerra uma cripta formada por quatro celas e um corredor em II com frestas de arejamento abertas para um pátio interior que mais tarde foi convertido em cisterna. Das termas adossadas ao outro lado do aqueduto resta apenas o frigidarium e as infra-estruturas para aquecimento.(Guia Arqueologico de Conimbriga)