Guimarães - Capital da Cultura 2012

Guimarães é uma cidade portuguesa situada no Distrito de Braga, região Norte e subregião do Ave (uma das subregiões mais industrializadas do país), com uma população de 52 181 habitantes, repartidos por uma malha urbana de 23,5 km2, em 20 freguesias e com uma densidade populacional de 2 223,9 hab\km2. É sede de um município com 241,05 km2 de área e 162 636 habitantes (2008), subdividido em 69 freguesias, sendo que a maioria da população reside na cidade e na sua zona periférica.

O município é limitado a norte pelo município de Póvoa de Lanhoso, a leste por Fafe, a sul por Felgueiras, Vizela e Santo Tirso, a oeste por Vila Nova de Famalicão e a noroeste por Braga.
É uma cidade histórica, com um papel crucial na formação de Portugal, e que conta já com mais de um milénio desde a sua formação, altura em que era designada como Vimaranes. Podendo este topónimo ter tido origem em Vímara Peres, nos meados do séc. IX, quando fez deste local o seu principal centro governativo do condado Portucalense que tinha conquistado para o Reino de Galiza e onde veio a falecer.[carece de fontes]
Guimarães é uma das mais importantes cidades históricas do país, sendo o seu centro histórico considerado Património Cultural da Humanidade, tornando-a definitivamente um dos maiores centros turísticos da região. As suas ruas e monumentos respiram história e encantam quem a visita.
A Guimarães actual soube conciliar, da melhor forma, a história e consequente manutenção do património com o dinamismo e empreendedorismo que caracterizam as cidades modernas.
Guimarães é muitas vezes designada como "Cidade Berço", devido ao facto aí ter sido estabelecido o centro administrativo do Condado Portucalense por D. Henrique e por seu filho D. Afonso Henriques poder ter nascido nesta cidade e fundamentalmente pela importância histórica que a Batalha de São Mamede, travada na periferia da cidade em 24 de Junho de 1128, teve para a formação da nacionalidade. Contudo, as necessidades da Reconquista e de protecção de territórios a sul levou esse mesmo centro para Coimbra em 1129.

Uma das Freguesias pertencentes ao Concelho de Guimarães. São Torcato tem 3 624 habitantes e uma densidade de 343,2 hab/km2.
O seu orago é o próprio São Torcato, cujas relíquias (o seu corpo milagrosamente incorrupto) são veneradas no santuário de São Torcato, situado nesta freguesia.

Trata-se de um vale rico em vinha,milho, productos florestais, e alguma pequena industria, bastante bem preservado, e um belíssimo Santuário de deixar-nos boque-abertos, pelas suas dimensões e arquitectura (Séc. XIX). Pelo facto de se encontrar para o interior do concelho de Guimarães, encontra-se ainda praticamente desconhecido aos olhos dos turistas que visitam diáriamente Guimarães, no ambito dos circuitos turisticos de 1 dia a partir do Porto. Deveria haver um transporte bi-horário que levasse os turistas do centro de Guimarães aos vários polos de interesse turistico que ficam fora do perímetro urbano (Penha, Mosteiro Pousada de Sta Maria, Campo de Ataca, S.Torcato)